Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

jornaldodiaadia

jornaldodiaadia

Leoa mata turista durante safári na África do Sul,

150601193539__83358746_97cfb4e1-ecc5-48af-ae56-ec3a0dcda4d3

Uma turista americana foi morta por uma leoa durante um safári no Lion Park, um popular destino turístico na África do Sul.

O ataque aconteceu quando a mulher passeava de carro pela área dos leões com a janela aberta.

O animal teria aproveitado o descuido para saltar para dentro do veículo e começar a devorar a mulher, informou o diretor-assistente do parque, Scott Simpson.

Paramédicos foram chamados, mas ela não resistiu aos ferimentos e morreu. O homem que a acompanhava foi hospitalizado, mas o seu estado de saúde não foi divulgado.

Localizado a 30 km ao norte de Johannesburgo, o Lion Park é um popular destino turístico da África do Sul, muito procurado por visitantes internacionais que querem ver a selva africana sem ter de conduzir centenas de quilómetros no meio da floresta.

As regras do parque proíbem os visitantes de conduzir na área dos leões com as janelas abertas.

Funcionários do local caçaram a leoa, que fugiu depois do ataque, mas ainda não se sabe se o animal foi morto.

Segundo a imprensa local, é o terceiro ataque fatal envolvendo leões e turistas nos últimos quatro meses no parque.

O site oficial do turismo na África do Sul descreve o parque como "um híbrido entre zoológico e safári", enquanto o página do Lion Park garante aos visitantes "vistas perto dos animais". Chitas, hienas e girafas também vivem no local, que se estende por 2 milhões de m², área equivalente a 280 campos de futebol.